Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Escolaridade

O rapaz passou para o 7º ano


Não ter ninguém a quem recorrer

por paranoias-de-mae, em 01.10.13

Num dia, a mãe está super constipada e cheia de febre, mas mesmo assim tem de ir levar o filho à escola, pois não tem ninguém que o possa fazer por ela.

 

No dia seguinte, com a devida medicação, lá consegue ir trabalhar. Está no trabalho e recebe uma chamada telefónica do marido. O marido só liga em caso grave, e por isso mesmo, antes de saber o que se passa fica logo em pânico. Tinham ligado da escola a dizer que o rapaz tinha caído dentro de uma poça de água e estava todo molhado, e era urgente ele mudar de roupa. Sai a mãe do trabalho a correr em direcção à escola do filho que ainda fica a alguns quilómetros, já muito preocupada. Dirigisse à escola, levou o filho para casa, deu-lhe um banho quente. Os pés do menino estavam tão encharcados que estavam enrugados!

 

Esta mãe sou eu, e acabo de perceber como é difícil não ter ninguém a quem recorrer nestas situações, família longe, amigos também sem disponibilidade por estarem a trabalhar.

 

É complicado!

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Imagem de perfil

De Mónica a 01.10.2013 às 11:34

Deve ser mesmo triste. Eu felizmente tenho os meus pais mesmo ao meu lado ( um a maneira de dizer).
è o meu pai que põe a Larocas na escola de manha, para que eu não me atrase para ir para o trabalho.
è o meu pai que a vai buscar, para não ter que pagar ATL porque á hora que sai estou no trabalho.
Quando está doente fica com os avós para eu não faltar ao trabalho...
è tão bom ter os meus pais com disponibilidade.
Mas a tua situação faz me lembrar os meus pais comigo. Sou filha de emigrantes e eles quando estavam no Luxemburgo ( pais onde nasci e cresci até aos 10 anos) também não tinham ninguém. Só podiam contar um com o outro.
Cump.


Imagem de perfil

De paranoias-de-mae a 08.10.2013 às 09:57

Acredita que tens muita sorte...mesmo!
Beijinhos :)
Imagem de perfil

De osmeuspequenosbebes a 01.10.2013 às 15:34

Eu também fui assim, tinha de ultrapassar todos os obstáculos quase sozinha, por vezes até desesperava, mas felizmente hoje olho para trás e fico feliz por ter um vinculo tão forte com as minhas filhas :)
Imagem de perfil

De paranoias-de-mae a 08.10.2013 às 09:58

Sim esse vinculo é a maior recompensa, espero que aconteça o mesmo comigo :)
Imagem de perfil

De C. a 03.10.2013 às 21:32

Eu tenho família relativamente perto ( 10km) mas com pouca disponibilidade. Todos com vidas muito ocupadas e faço tudo sozinha. O que mais me custou foi quando a 3ª nasceu e tinha de tratar de tudo sozinha ( marido a trabalhar e filhos de férias), foi uma fase boa mas MUITO cansativa.
Nestas condições não podemos MESMO ficar doente. Sei como é....
Beijinho e espero que já estejas melhor :)
Imagem de perfil

De paranoias-de-mae a 08.10.2013 às 10:00

Acredito que tenha mesmo sido uma fase difícil a chegada da tua 3ª filha...
é mesmo proibido ficar doente...mas por vezes não conseguimos impedir.
Beijinhos
Imagem de perfil

De Raquel R. a 27.10.2013 às 22:58

Aconteceu-me semelhante esta semana que passou, mas felizmente trabalho e vivo perto da escola dele! mas sou eu que trato sempre de tudo...
Imagem de perfil

De paranoias-de-mae a 15.11.2013 às 08:12

Estar mais perto, sempre ajuda um bocadinho nestas situações :)
Sem imagem de perfil

De Rita Melo a 30.10.2013 às 11:09

Aconteceu-me o mesmo com a minha mais velha. Felizmente ainda estou em casa de licença da mais nova que tem 4 mesinhos. Desde aí, a C. leva roupa extra na mochila para poder mudar se acontecer outro acidente. :)
Imagem de perfil

De paranoias-de-mae a 15.11.2013 às 08:14

No Jardim de infância ele também levava uma muda extra, mas na escola não leva... Com dois filhos e com um ainda bebé também não deve ser fácil querer chegar a todo lado...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D