Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Escolaridade

O rapaz está 7º ano


Há ciclos difíceis de quebrar

por paranoias-de-mae, em 11.09.15

A minha avó materna não a cheguei a conhecer, pois já tinha falecido quando nasci. A avó e avô paternos faleceram quando eu devia de ter uns três anitos, mal me lembro deles. O meu ultimo avô, materno, vivia isolado, acho que tinha mau feitio, e faleceu quando eu tinha 11/12 anos.

 

Isto para dizer que praticamente nunca tive avós. Aqueles avós que tomam conta de nós, que nos contam histórias, que nos vão levar e buscar à escola, que nos dão mimos, colo e prendas...Enfim que nos acompanham! Cheguei a ter invejas dos amigos e amigas que os tinham.

 

Agora acontece exactamente o mesmo com o meu filho. A avó paterna faleceu quando ele era muito pequeno, o avô materno faleceu quando, ele já andava na primaria, mas esteve muito tempo doente e pouco conviveu com ele. A avó materna já é muito velhinha e está longe. Só tem o avô paterno, mas também ele, não está capaz de dar este apoio.

 

Não dá para contar com avós para dar o apoio que agora ele precisava , para o irem buscar à escola.

 

Será que este ciclo vai continuar? Será que os filhos do meu filho também não vão ter esse apoio dos avós? Deus queira que eu possa quebrar esse ciclo e possa dar esse apoio aos meus netos! Não desejo a ninguém esta falta de apoio. Não é fácil , não ter  com quem contar!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Xoniah a 21.09.2015 às 12:57

Por aqui somos exatamente iguais. A M. tem os avôs vivos, Graças a Deus, mas a 300km de nós. Só podemos contar um com o outro (eu e o marido). e tendo ela 18 meses e meio não é fácil com todas as viroses, tosses e constipações que apanha na creche... É fazer uma ginástica para não faltar ao trabalho, e o maridão a ter folgas durante a semana... Noites sem dormir e correrias de manhã e à tarde para a pipoca não ser a última a vir para casa... É dificil e cansativo. Também não desejo esta falta de apoio a ninguém. Mas por eles tudo :)!
Imagem de perfil

De C. a 30.09.2015 às 21:47

Aiiii, as avós tem sido mães tardias???
O que vou dizer é raro, mas tenho uma foto em que estamos 5 gerações de mulheres. A minha filha com 15 meses, eu, a minha mãe, a minha avó materna e a minha bisavó ( mãe da minha avó). Portanto sim, a minha filha conheceu a trisavó, e é LINDOOOOOOOOO.

Espero que realmente se quebre essa vossa história familiar. Mas penso que seja raro...Por aqui temos "sorte". Os meus filhos dão-se muito bem com os bisavós, os avós ainda trabalham todos portanto não têm muito tempo para estar com os netos ( ainda). Fomos mães todas muito novas ( entre os 16 e os 25 anos). :)

Abraço ( e desculpa, não tenho vindo à net, tenho de meter a leitura em dia!)
Imagem de perfil

De C. a 30.09.2015 às 21:50

Ah, nem falei do apoio.
Pois, por aqui é muito raro pedir apoio. Temos conseguido nos orientar os dois com os ninos pois os bisavós ou estão longe ou não conseguem ajudar, e os avós como referi trabalham.
Mas o importante é os momentos que passam juntos .

Beijoca

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Setembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D