Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Escolaridade

O rapaz está no 10º ano


O stresse de falar em público

por paranoias-de-mae, em 12.12.20

Um dos professores deu a hipótese de melhorarem a nota através de um  trabalho. Perguntei ao rapaz se não queria fazer esse trabalho, para conseguir uma  nota final melhor.

Respondeu que como já tinha um 11 garantido e o trabalho seria uma apresentação oral , não ia querer passar por esse stresse.

Eu sei que para ele estar no quadro a falar para a turma e professor é um drama. Uma espécie de trauma que tem desde o 1º ciclo. Nessa altura, ele estava nos primeiros anos de vida escolar, a professora pediu um trabalho em cartolina sobre um dos pontos da Vila. Ele fez o trabalho, mas não percebeu que o mesmo era para apresentar à turma. Nunca ninguém tinha feito isso, e ele foi o primeiro a ser chamado. Ficou em pânico em frente aos colegas e não conseguiu dizer nada.

Os outros colegas já iam treinados, eu não sabia que o trabalho era para esse efeito, não o preparei. A professora apesar de ser uma ótima professora, ele ainda hoje a adora, naquele momento, não teve sensibilidade para o entender e  ajudar.

Passados tantos anos, ele ainda recorda esse episódio e tem sempre aquele receio. Felizmente teve uma professora no 3º ciclo que o ajudou imenso nessa tarefa porque eu falei com ela. Parecia estar no bom caminho, mas com a interrupção do ano letivo devido à pandemia, o processo ficou a meio.

Ainda não sei como, mas hei de arranjar uma forma de ele ultrapassar este obstáculo! Ele precisa de perder este medo!

medo-de-falar-em-publico-glossofobia-excitacao-e-p

Autoria e outros dados (tags, etc)


14 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.12.2020 às 18:47

Tenho 39 anos e ainda tenho esse problema, para mim as pessoas que falam para plateias numerosas são autênticos super heróis
Imagem de perfil

De paranoias-de-mae a 24.12.2020 às 13:22

Parece que já nascem com esse dom!
Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 12.12.2020 às 19:07

Ofereça-lhe um microfone e um programa de karaoke para computador e vai ver que o medo dele desaparece num instante.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.12.2020 às 21:04

Otimista!
Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 12.12.2020 às 21:27

Quando fiz este comentário só tinha lido o "post" anunciado no sapo.
Percebo agora que o rapaz já tem 15 anos.
O facto de ele ser introvertido não terá a ver com o facto de estar a ser super protegido?
A juventude agora, apesar das novas tecnologias, tem as mesmas necessidades que a juventude do meu tempo. Necessitam de estar com amigos físicos da mesma idade.
A sua responsabilidade como mãe e amiga é proporcionar e incentivar esse mesmo convívio.
Deixá-lo muito tempo ao computador ou ao telemóvel só irá contribuir para o seu isolamento social.
A falta de relações com jovens da sua idade faz com que se sinta ostracizado e procure suprir a falta com os seus amigos virtuais.
Imagem de perfil

De paranoias-de-mae a 24.12.2020 às 13:23

Em pequeno teve algo parecido, e andava sempre a treinar… mas a plateia era a família.
Imagem de perfil

De Rute Justino a 12.12.2020 às 21:52

Eu lembro-me de ficar sempre muito stressada quando tinha de falar em público, com a continuação dos anos isso melhorou
Imagem de perfil

De paranoias-de-mae a 24.12.2020 às 13:24

Espero que ele também melhore. Eu também tenho o mesmo problema, embora tente disfarçar...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.12.2020 às 10:11

A prática de um desporto de contacto e auto-disciplina como o judo também ajuda para ganhar confiança.
Imagem de perfil

De paranoias-de-mae a 24.12.2020 às 13:25

Realmente, mas no judo começam desde pequenos, e já com 15 anos, é um pouco tarde, talvez!
Imagem de perfil

De solua a 13.12.2020 às 11:59

Quando escolhi a escola dos meus filhos, desde da pré, havia dois pontos que eu e o meu Marido queríamos: Deviam aprender a falar mais do um língua, especialmente o Ingles e saber estar e falar em Público. O projeto pedagógico da pré e escola tinham esses dois pontos e os meus três filhos tiveram a mesma educação e posso lhe dizer que depende da pessoa, eles tem estas competências, falam mais do que uma língua mas cada um teve o seu percurso e o seu tempo. Quanto à apresentação e falar em público, eles sabem no entanto uns mais nervosos do que os outros, só com a prática é que vão perder e enfrentar o medo. A vida os vai ensinar!
Imagem de perfil

De paranoias-de-mae a 24.12.2020 às 13:29

Lembro-me que no jardim de infância, ele até dizia bem o poema nas festinhas, nesse tempo era mais descontraído!
Imagem de perfil

De C. a 30.12.2020 às 16:20

A minha mais velha ( 11ºano) era assim, Aliás, continua a não gostar de falar em público, e é pouco participativa. No 3º ano teve um episódio também complicado com uma professora de música que a obrigou a cantar sozinha em frente aos colegas e ela se recusou, ela sentiu-se humilhada. No entanto, aos poucos lá entendeu que ou se abre, ou não atinge as metas pretendidas. Não vai à vontade, diz que por dentro treme por todos os lados!!! Mas fá-lo em prol das notas. Já está bem mais aberta desde o 9ºano, nem se compara aliás! Não será moça de ter um público à sua frente ( ou eu dificilmente a vejo nesse papel), mas consegue concentrar-se para fazer o que tem de ser feito naquele momento. Ela prefere ser a primeira desde o 10º, pois diz que assim passa mais rápido e não pensa tanto no assunto.
Um truque que lhe ensinei para descontrair foi " imagina que a turma está toda de cuecas rosas com brilhantes", ela ( por ridículo que possa parecer) ainda me diz que funciona. Imagina, ri-se por dentro, e começa a apresentar. Ela prepara e todos os dias lê e relê a apresentação para depois no dia D não ter papel à frente. Não decora, mas fica a saber/compreender o que tem de dizer. Treino e mais treino em casa é o que funciona com ela. Eu não a ajudo, mas no caso do seu menino diria que talvez um apoio facilitasse.
Boa sorte ;)
Imagem de perfil

De paranoias-de-mae a 03.01.2021 às 17:19

Também acho que um apoio poderia ajudar, mas para já. ele diz que não quer...
Este ano também foi uma mudança brusca, mudou de colegas, de escola,de localidade, todos os professores novos, a máscara...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Dezembro 2020

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D